Sabemos que a economia de nosso país está bastante complicada, muito disso devido a um cenário político incerto, o que para o segmento de comércio eletrônico não parece ser uma realidade, já que, segundo informações da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), em 2018, o setor de e-commerce movimentou cerca de R$ 59,9 bi, revelando um crescimento de 12% comparado a 2017. Embora os resultados tenham sido muito otimistas, um dos pontos de melhorias identificados no comércio eletrônico tem relação com a logística.

A pesquisa realizada pela ABComm, em parceria com a Brazil Panels e a ComSchool, nos traz uma análise completa sobre o cenário logístico nos negócios eletrônicos, levantando questões sobre armazenagem, transporte e manuseio.
Apesar do crescimento apresentado, de 12%, o setor logístico ainda representa um gargalo a ser resolvido nos e-commerces. Os maiores desafios da logística em um e-commerce são, geralmente, em manter uma equipe reduzida, porém, com boa produtividade ao menor custo possível. O vilão do segmento é a pouca disponibilidade de transportadoras que fazem entregas de lojas virtuais em território nacional, com valores acessíveis e boa qualidade, por isso, a empresa que conseguir personalizar o atendimento logístico junto a seu nicho de mercado, terá uma vantagem competitiva muito interessante perante seus concorrentes.

Devido ao grande número de processos envolvidos em toda a cadeia logística de um negócio, seja ele offline ou virtual, é comum que alguma etapa seja desatentamente negligenciada, provocando falhas no controle geral do estoque e da logística.

O investimento em recursos tecnológicos por parte do Outsourcing Logístico, sanou esses gargalos na gestão logística, otimizando processos, e prevê com isso, um crescimento de 19% no comércio eletrônico em 2019.
Você também está otimista em relação às projeções de crescimento para o cenário eletrônico neste ano?
Nós da Sequoia nos importamos com a performance de nossos clientes.

Por isso, é muito importante que compartilhem conosco o seu ponto de vista através dos comentários ou das nossas redes sociais.

Quem vai de Sequoia, vai mais longe.